Auditoria, Consultoria Legal e Sistemas de Gestão Integrado

Riscos Ambientais da Norma Regulamentadora 9 (NR-9)

Para efeito da NR 9 no item 9.1.5 consideram-se riscos ambientais, os agentes físicos, químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho que em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, são capazes de causar danos à saúde do trabalhador.

No ambiente de trabalho podem existir vários agentes físicos, químicos e biológicos.

Esses agentes podem causar danos em função:

  • Da sua natureza: o agente causa dano pelo simples fato de ele existir no ambiente de trabalho.
  • De sua concentração  ou intensidade: o agente causa dano se sua concentração ou intensidade ultrapassar determinado limite, chamado de limite de exposição ou limite de tolerância.
  • Do tempo de exposição do trabalhador a esse agente: o agente causa dano porque o trabalhador ficou exposto a ele durante um período de tempo maior que o período de tempo limite.

Observa-se a classificação dos riscos ambientais em 5 grupos, sendo eles:

  • Riscos Físicos: Os riscos físicos são efeitos gerados por máquinas, equipamentos e condições físicas, características do local de trabalho que podem causar prejuízos à saúde do trabalhador. Podem ser ruídos, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, Radiações ionizantes e Radiações não-ionizantes…
  • Riscos Químicos: Estes riscos são representados pelas substâncias químicas que se encontram nas formas líquida, sólida e gasosa. Quando absorvidas pelo organismo, podem produzir reações tóxicas e danos à saúde. Há três vias de penetração no organismo: – Via respiratória: inalação pelas vias aéreas; – Via cutânea: absorção pela pele; – Via digestiva: ingestão.
  • Riscos Biológicos: Os riscos biológicos são aqueles causados por microorganismos como bactérias, fungos, vírus, bacilos e outros. São capazes de desencadear doenças devido à contaminação e pela própria natureza do trabalho.
  • Riscos Ergonômicos: Estes riscos são contrários às técnicas de ergonomia, que propõem que os ambientes de trabalho se adaptem ao homem, proporcionando bem-estar físico e psicológico. Os riscos ergonômicos estão ligados também a fatores externos (do ambiente) e internos (do plano emocional), em síntese, quando há disfunção entre o indivíduo e seu posto de trabalho.
  • Riscos de Acidentes: Os riscos de acidentes ocorrem em função das condições físicas (do ambiente físico e do processo de trabalho) e tecnológicas, impróprias, capazes de provocar lesões à integridade física do trabalhador.