Auditoria, Consultoria Legal e Sistemas de Gestão Integrado

A gestão de Fornecedores conforme a ISO 9001:2015

 

Conforme a norma da ABNT ISO 9001:2015:

“A organização deve determinar e aplicar critérios para a avaliação, seleção, monitoramento de desempenho e reavaliação de provedores externos, baseados na sua capacidade de prover processos ou produtos e serviços de acordo com requisitos”.

Provedores externos são todos os fornecedores que a empresa necessita para realizar seus processos, produtos e serviços em conformidade, ao ponto que possibilite atender aos requisitos de seu cliente com qualidade.

Desde prestadores de serviços até empresas terceirizadas, os fornecedores podem gerar diversos impactos na empresa pois, pode haver uma influência direta na imagem da Organização.

Ao realizar a qualificação dos fornecedores é importante ter como foco que não basta apenas avaliar sua documentação, pois a intenção da norma é que haja uma abrangência mais profunda no monitoramento de provedores externos.

A qualificação dos fornecedores no âmbito da ISO 9001/2015 vai muito além de avaliar a documentação.  A avaliação inicial, monitoramento do desempenho e reavaliação devem ser etapas desenvolvidas no processo de monitoramento de fornecedores.

Porém, é importante solicitar toda documentação que garanta a execução das suas atividades em conformidade com requisitos legais e estatutários. Dados cadastrais, licença de funcionamento e certificações são exemplos de informações a serem solicitadas.

Trabalhar com fornecedores certificados nas normas de sistema e gestão garantem uma maior confiança. Outro método utilizado é responder ao questionário de auto avaliação ou realizar visitas ao fornecedor para identificar potenciais problemas que não seriam identificados em uma análise documental. É fundamental que o fornecedor seja rotineiramente monitorado.

A cobrança de atendimento ao prazo de entrega; se o pedido de compras está compatível com a nota fiscal; a qualidade do material recebido são cobranças corriqueiras feitas aos fornecedores.

Importante ressaltar a dependência criada entre parceiros perante ao mercado. Trabalhar com um fornecedor idôneo e confiável pode ser determinante para o sucesso desta relação perante a mídia e sociedade.

Como exemplo, destacamos o monitoramento constante, necessários aos fornecedores de extintores, ar condicionado, transportadora e bebedouro, pois são imprescindíveis para evitar intercorrências que poderiam gerar grandes impactos para a empresa.

Por segurança, é indicado ter sempre três fornecedores homologados para caso tenha problemas com um fornecedor haja substituição sem causar danos.

Também é possível estender a melhoria contínua aos fornecedores criando planos de ação para intercorrências identificadas quando há interesse em reforçar parcerias e resolver processos internos.

As reavaliações são importantes para evidenciar se os documentos e certificações do fornecedor continuam em conformidade. As reavaliações podem ocorrer em periodicidade anual ou semestral.

Entretanto, cada empresa define uma sistemática própria a ser seguida, mas é fundamental que se tenham todos registros do que realmente ocorreu. O planejamento e a comunicação clara e direta garantem a eficácia da relação entre parceiros.

A forma como será definido o monitoramento de fornecedores depende de cada empresa, no entanto, sempre observando que todos os atos devem ser registrados.

Controles são essenciais para confirmar que processos, produtos e serviços estejam em conformidade com requisitos, incluindo critérios para a avaliação, seleção, monitoramento de desempenho e reavaliação dos mesmos.

Conforme a ISO 9001/2015, todo e qualquer risco deve ser analisado criticamente e neste contexto,  conhecer, monitorar e, principalmente agir mediante riscos pode ser uma abordagem eficiente para monitoramento de fornecedores.